Fale pelo WhatsApp:

Ferramenta simula o efeito do alcoolismo na aparência

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O efeito nocivo que o álcool pode ter sobre a saúde é amplamente divulgado – segundo especialistas, o consumo exagerado da bebida pode causar depressão, doença hepática e, até mesmo, uma morte prematura.

nova ferramenta  ‘Your Face as an Alcoholic’ criada pelo Rehabs, site norte-americano de assistência para pessoas dependentes do álcool, mostra os efeitos negativos do consumo excessivo do álcool nas aparências faciais de um determinado indivíduo.

Ao fazer um upload de uma imagem, qualquer usuário pode observar as mudanças que o álcool pode ter sobre suas aparências em intervalos de cinco anos. Para fazer a simulação, o programa posiciona um cursor nos olhos, nariz e lábios da imagem e manipula as características faciais do usuário.

yourface

O resultado é uma série de fotos que mostram como a aparência daqueles que são dependentes do álcool podem mudar drasticamente em um intervalo entre dois e 20 anos.

Inicialmente, o programa transforma o rosto do usuário. Em seguida, aplica uma máscara transparente para adicionar os efeitos nocivos do consumo a longo prazo do álcool nas características faciais do usuário – trincas capilares, rosto inchado e uma aparência avermelhada.

O objetivo do programa, de acordo com o porta-voz do Rehabs, é chocar os usuários na esperança de que, futuramente, as pessoas pensem nas consequências de suas ações e mudem os seus comportamentos.

Consumo excessivo de álcool

De acordo com dados da Associação Brasileira de Estudo de Álcool e Outras Drogas (ABEAD), no Brasil existem cerca de 19 milhões de pessoas dependentes do álcool. Acontecem, por ano 32 mil mortes em decorrência do uso da bebida, 11 mil delas por cirrose.

O alcoolismo leva a alterações dos padrões funcionais do fígado, do aparelho digestivo, do coração, do sangue, dos músculos e das glândulas endócrinas. Em sua evolução, o consumo excessivo da bebida leva a doenças físicas e psíquicas.

As doenças mais comuns associadas ao vício são a cirrose hepática, as síndromes amnéstica demencial e a alucinação. Além de ansiedade, distúrbios sexuais, alterações do sono e a própria cirrose que, na maioria dos casos, levam a morte.

Fonte: Catraca Livre

Deixe seu comentário

Ana Café pela vida

Tamo Junto!