Fale pelo WhatsApp:

Muito Além de Prevenção e Tratamento: Desenvolvendo uma Cultura do Cuidado

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O Fórum “Muito Além de Prevenção e Tratamento: Desenvolvendo uma Cultura do Cuidado” (Beyond Prevention and Treatment – Developing a Culture of Care) traz para o Rio a excelência de experts representando diversas disciplina, de diferentes países e continentes, para um debate do mais alto nível no campo do envelhecimento populacional. Como produto final, o Fórum vai produzir uma “Declaração do Rio de Janeiro sobre o Cuidar como Resposta à Revolução da Longevidade”.

Durante dois dias, 16 e 17 de outubro, das 09:00 às 17:00, o Fórum abordará aspectos do cuidado que vão da reforma geral da Seguridade Social às necessidades de treinamento de profissionais e modelos de cuidado no mundo (10 países). Entre os temas, o imperativo de adotar-se um enfoque baseado em direitos da pessoa idosa; as abordagens amigáveis ao idoso; desenvolvimento e a população idosa; dimensões do cuidado – de longa permanência, domiciliar, integeracional, os cuidadores, épocas de crise; e dimensões éticas do cuidado, foco no fim de vida.O Fórum é uma promoção conjunta da WDA Forum (World Demographic Association) com Bradesco Seguros, Centro de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (CEPE), Universidade do Seguro e Centro Internacional de Longevidade (International Longevity Centre Brazil – ILC-BR).

A iniciativa é destinada a médicos, demógrafos, profissionais outros da área da saúde, gerontólogos, acadêmicos dedicados a esta área, autoridades públicas responsáveis pela elaboração de políticas para o envelhecimento (em nível municipal, estadual e federal), representantes da mídia (leiga e especializada), representantes de associações profissionais (ex. Sociedade Brasileira de Gerontologia e Geriatria, Associação Medica Brasileira, Federação Nacional de Médicos de Família, Centros de Assistência Social etc.).

O local de realização é a sede da Bradesco Seguros, à Rua Barão de Itapagipe, 225, Rio Comprido 20.261-005, Rio de Janeiro, RJ. As inscrições podem ser feitas no email ilcbrazil2012@gmail.com, pelo envio de nome completo, profissão, instituição, telefone e email.

PARTIPANTES
Alexandre Kalache (Brasil; ILC-BR; WDA)
Ana Amelia Camarano (Brasil; IPEA)
Claudia Burlá (Brasil; Ex-Secretária Geral da Associação Internacional de Geriatria e Gerontologia)
Dalmer Hoskins (WDA; EUA)
Daniel Groisman (Brasil; FIOCRUZ)
Denise Eldemire (Universidade das Índias Ocidentais, Jamaica)
Emiliana Rivera Meza (Governo Nacional da Costa Rica)
Enrique Vega (OPAS) – a confirmar
Francoise Forette (ILC-France)
Gabrielle Kelly (Governo da Austrália do Sul)
Ina Voelcker (Ex-Pesquisadora HelpAge International; ILC-BR; Alemanha)
Irene Hoskins (Ex-Presidente, IFA)
Isabella Aboderin (Rede Africana para Pesquisa sobre Envelhecimento; WDA; Alemanha)
Jane Barratt (Secretária Executiva, IFA; WDA; Canadá)
John Beard (OMS; WDA) – a confirmar
Jose Ricardo Jauregui (COMLAT, Argentina)
Lia Daichman (Ex-Presidente INPEA; ILC-Argentina)
Louise Plouffe (ILC-BR; Canadá)
Luis Miguel Gutierrez Robledo (Instituto de Envelhecimento, México)
Margaret Gillis (Public Health Agency of Canada) – a confirmar
Marília Louvison (Brasil; Escola de Saúde Pública/Universidade de São Paulo)
Mayte Sancho (Fundação Matia, Espanha)
Monica Ferreira (ILC-South Africa; WDA)
Nabil Kronfrol (Universidade Americana de Beirute; WDA; Líbano)
Norah Keating (IAGG; Universidade de Alberta, Canadá)
Roberto Eugênio Magalhães (Brasil; CEPE)
Rosy Pereira (ILC-República Dominicana)
Sasha Sidorenko (Ex-Coordenador do Programa do Envelhecimento da Organização das Nações Unidas; WDA, Áustria)
Stephan Peter Wild (WDA)
Thomas Szucs (WDA)

MAIS INFORMAÇÕES

Este evento assume o papel dos fóruns da WDA (World Demographic Association) iniciados em 2005, repetindo-se todos os anos no final do verão europeu na cidade universitária de St. Gallen, próxima a Zurique. Rapidamente tornaram-se a mais importante referência internacional no que toca aos aspectos demográficos, particularmente envelhecimento, e suas decorrentes implicações para políticas. O objetivo do “WDA Forum” é basicamente realizar um encontro anual de políticos, acadêmicos, organizações da sociedade civil, visando propor políticas e intervenções que promovam o envelhecimento ativo, pela adoção de uma perspectiva que encara o envelhecimento como uma conquista da sociedade e não como um “problema ou fardo”.

Os WDA fóruns foram, desde o inicio, financiados por um consórcio de empresas privadas, do Governo Federal Suíço, da Universidade de St. Gallen e organizações intergovernamentais. A forte crise econômica que afeta a Europa levou a um colapso destes recursos obrigando a diretoria do WDA a virtualmente cancelar o Fórum de 2013 (haveria apenas uma reunião em escala muito menor focada em aspectos demográficos da Suíça em alemão e francês, sem a presença dos membros do Conselho Deliberativo (WDA-CD)).

A quebra de continuidade colocaria o WDA sob o risco de perder o momentum gerado pelos oito fóruns anteriores – dai a sugestão a seu Conselho Deliberativo (do qual Alexandre Kalache faz parte), em consulta e concordância com a Bradesco Seguros, de marcar 2013 com um evento do WDA em nível internacional. O Fórum Bradesco da Longevidade em São Paulo (para convidados, no dia 15 de outubro) oferecia já um pano de fundo excelente para, expandindo-o, realizar no Rio de Janeiro, nos dias 16 e 17, o Fórum WDA/Bradesco/CEPE/UNISEG/ILC-Brazil.

O WDA tem influenciado substancialmente a agenda político-acadêmica no que se refere aos temas relacionados ao envelhecimento populacional. As propostas de lá emanadas têm tido um impacto extraordinário. O fato de assegurar a realização do WDA Fórum no Brasil este ano representa um privilégio para os brasileiros, particularmente para aqueles, entre nós, preocupados com o envelhecimento populacional.

Deixe seu comentário

Ana Café pela vida

Tamo Junto!