Fale pelo WhatsApp:

Ministério entrega 210 bases móveis de combate ao crack até 2015

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Bases são microônibus adaptados que dão suporte às ações de patrulhamento nas cenas de venda e consumo de crack e outras drogas

cebc5a10324a691e296ef1362cf8c0fb_3_ilustrativaNos próximos anos, o Programa “Crack, é possível vencer” vai receber um reforço importante. Até 2015, o Ministério da Justiça entrega aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios 210 novas bases móveis para policiamento comunitário e preventivo.

As bases são microônibus adaptados que dão suporte às ações de patrulhamento nas cenas de venda e consumo de crack e outras drogas. Os policiais que atuam nestas unidades prestam atendimento à comunidade local e acompanham as imagens captadas por câmeras de vídeo instaladas em pontos estratégicos.

Junto com cada base, o governo federal doa aos estados, Distrito Federal e municípios 20 câmeras de videomonitoramento, dois veículos, duas motocicletas 50 pistolas de condutividade elétrica e 150 espargidores de pimenta.

Os profissionais de segurança pública passam por uma capacitação em policiamento comunitário, abordagem de pessoas em situação de risco e aprendem a atuar de forma articulada com as redes de saúde e de assistência social. Além de atuar na segurança, esses profissionais encaminham usuários de drogas aos serviços públicos adequados.

Crack, é possível vencer

Lançado em dezembro de 2011, o programa Crack, é Possível Vencer é um conjunto de ações do governo federal para enfrentar questões relacionadas ao uso do crack e de outras drogas. A iniciativa tem como objetivo aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e ampliar mecanismos de prevenção.

As ações estão estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção. O primeiro inclui ampliação e qualificação da rede de atenção à saúde voltada aos usuários. No eixo autoridade, o foco é a integração de inteligência e cooperação entre Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e polícias estaduais, a realização de policiamento ostensivo nos pontos de uso de drogas nas cidades, além da revitalização desses espaços. Já o eixo prevenção abrange ações nas escolas, nas comunidades e de comunicação com a população.

Fonte: Portal Brasil

Ana Café pela vida

Tamo Junto!