Fale Conosco:

Dependência Química: Reflexões a partir da série “Onde está o meu coração?”

Compartilhe
Foto Reprodução/ Globoplay

A série “Onde está o meu coração”, transmitida pela Globoplay, nos confronta com a realidade da dependência química e suas repercussões nas vidas dos indivíduos usuários  e suas famílias. Através disso, a psicóloga Ana Café, aborda de forma profunda e sensível às diversas questões relacionadas a essa problemática.

Então, a série conta a história da médica Amanda, que pertencente a classe média alta na capital paulista, e está lidando com muitas pressões do dia a dia, trabalhando em um hospital público e lidando com as expectativas da família, e foi nessa realidades que ela começa a usar drogas, como única opção de alívio. Agora dependente química, ela e a família precisam lutar contra o vício que corrói tudo à sua volta. 

1º episódio: 

No primeiro episódio, Ana Café explora a necessidade da internação de dependentes químicos e as consequências que essa decisão acarreta. Ela analisa os desafios enfrentados pelos protagonistas, bem como a importância de compreender a doença como uma questão complexa, que envolve fatores biológicos, psicológicos e sociais. A família, por sua vez, é apresentada como um elemento crucial no processo de recuperação, mas também como um ponto de conflito e vulnerabilidade.

2º episódio:

No segundo episódio, a especialista destaca a importância do apoio familiar durante o tratamento da dependência química. Ela ressalta a necessidade de um ambiente seguro e acolhedor, onde os laços afetivos possam ser fortalecidos e onde o dependente se sinta amparado em sua jornada de recuperação. Ana Café enfatiza que a família desempenha um papel fundamental na busca pela sobriedade e que seu engajamento e compreensão são essenciais para o sucesso do tratamento.

3º episódio:

No terceiro episódio, Ana Café aborda a internação involuntária, um tema controverso e delicado. Ela explora como esse tipo de internação pode ser uma opção quando o dependente químico não possui discernimento para buscar ajuda por conta própria. A especialista discute os aspectos éticos e legais envolvidos nesse processo, bem como o impacto que a internação involuntária pode ter na vida do paciente e de seus familiares. A série retrata os desafios enfrentados por todos os envolvidos nessa difícil decisão, trazendo à tona uma reflexão profunda sobre as diferentes abordagens no tratamento da dependência.

A série “Onde está o meu coração” proporciona uma oportunidade de reflexão sobre a dependência química e as abordagens utilizadas no tratamento dessa doença. Através da psicóloga Ana Café, compreendemos as complexidades e os desafios enfrentados pelos dependentes químicos e suas famílias. A série destaca a importância do suporte familiar, a necessidade da internação em determinados casos e a delicada questão da internação involuntária. Ao abordar esses temas, “Onde está o meu coração” nos faz refletir sobre a importância de uma abordagem humanizada e integrada no enfrentamento da dependência química, buscando a recuperação e o bem-estar não apenas do indivíduo, mas de todo o sistema familiar.

Link para os episódios: https://www.youtube.com/watch?v=nlf6FBMHPY4&list=PLdOcJcAOng9SZFutDryr3COZ6vj4ESMLm

Ana Café pela vida

Tamo Junto!