Fale pelo WhatsApp:

Cigarro pode provocar alterações e problemas na pele em pouco tempo

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Bem Estar desta quinta-feira (4) alertou para os riscos do fumo para a pele.
Programa fez uma comparação com foto da apresentadora Mariana Ferrão.

cigarro

e o cigarro faz mal para a saúde, todo mundo sabe. Mas e a pele do fumante, como fica? No Bem Estar desta quinta-feira (4), a dermatologista Márcia Purceli alertou que o fumo pode deixar a pele mais envelhecida e, em pouco tempo, causar diversas outras alterações e problemas, principalmente no rosto.

Isso acontece porque as substâncias tóxicas do cigarro são muito agressivas – são mais de 4 mil, como explicou a cardiologista Jaqueline Issa. Segundo a médica, os danos são tantos que a cada 10 pessoas que fumam, 5 morrem por causa do cigarro – nos homens, a expectativa de vida pode diminuir em 10 anos e, nas mulheres, em 14 anos.

O problema é que muita gente só resolve parar quando tem algum problema, como um infarto, por exemplo, e isso não é o ideal – a médica alerta que o tabagismo é uma doença que precisa ser tratada o quanto antes. Quando o paciente faz o tratamento e finalmente para, os benefícios já podem começar a aparecer. A melhora da pele, no entanto, não é tão imediata, mas em um mês já é possível notar as diferenças e a pele pode voltar a ficar mais rosada e saudável.

Veja a matéria completa no site: g1.globo.com/bemestar

Deixe seu comentário

Ana Café pela vida

Tamo Junto!